Plast Labor meios de cultura

Anvisa lança Programa de Prevenção e Controle de Infecções 2016-2020

Dom, 20 de Novembro de 2016 15:44
A Anvisa lançou em novembro uma atualização do Programa Nacional de Prevenção e Controle de Infecções Relacionadas à Assistência à Saúde (PNPCIRAS) para o período de 2016 a 2020. A primeira versão do programa abrangeu o triênio 2013-2015 e foi elaborada pela Comissão Nacional de Prevenção e Controle de Infecções Relacionadas à Assistência a Saúde (CNCIRAS). Contemplou quatro objetivos:
  • 1) Reduzir Infecções Primárias da Corrente Sanguínea (IPCS);
  • 2) Reduzir Infecções do Sítio Cirúrgico (ISC);
  • 3) Estabelecer mecanismos de controle sobre a Resistência Microbiana (RM) em Serviços de Saúde e;
  • 4) Aumentar o índice de conformidade do PNPCIRAS, segundo os critérios da OMS.

Várias ações foram realizadas a nível nacional e amplamente divulgadas para o alcance dos objetivos descritos no PNPCIRAS 2013-2015. Uma delas foi á estruturação da Sub-rede analítica de resistência microbiana em serviços de saúde, composta por um grupo de LACENs (Laboratório Central de Saúde Pública), cujo objetivo é subsidiar ações de vigilância e monitoramento da resistência microbiana em serviços de saúde, por meio da identificação e tipagem molecular de microrganismos multirresistentes em situações de surtos.

Outra ação de destaque foi a execução da primeira etapa do Projeto Estados em Foco, cujos objetivos são: realizar diagnóstico situacional, promover o alinhamento de ações entre os Programas Estaduais e o PNPCIRAS e identificar necessidades estratégicas para futuras ações. Essa primeira etapa foi realizada nas regiões Norte e Nordeste. A segunda etapa desse projeto teve início em 2016 e está em andamento nas regiões Sul, Sudeste e Centro-Oeste. Ademais, os resultados obtidos com o PNPCIRAS 2013-2015 serão publicados em 2017 no sítio eletrônico daANVISA.

Para a construção da nova versão do PNPCIRAS que abrangerá o quinquênio 2016 - 2020, foram discutidos vários temas pertinentes, como a situação mundial e nacional das Infecções Relacionadas à Assistência à Saúde (IRAS) que são um grave problema de saúde pública, pois são os eventos adversos associados à assistência a saúde mais frequentes, com alta morbidade e mortalidade, que repercutem diretamente na segurança do paciente e por sua vez na qualidade dos serviços de saúde.

Medidas para prevenção de IRAS devem ser adotadas em todos os estabelecimentos de assistência à saúde, quer no âmbito hospitalar, em estabelecimentos de cuidados de pacientes crônicos, ou na assistência domiciliar. Pesquisas mostram que, quando os estabelecimentos de assistência à saúde e suas equipes conhecem a magnitude do problema das infecções e passam a aderir aos programas para prevenção e controle de IRAS, redução de até 70% pode ocorrer para algumas das Infecções relacionadas à Assistência à Saúde, como por exemplo, para as infecções da corrente sanguínea (CDC, 2016). Aproximadamente 20% a 30% das IRAS são consideradas preveníveis através de programas de controle e higiene intensivos, segundo o European Centre for Disease Prevention and Control (ECDC, 2016).

Há um consenso claro quanto à necessidade de tomada de ações estratégicas para a redução das IRAS e o engajamento entre as agências de saúde pública federal (Anvisa), estadual (CECIHs) e local (CMCIHs e CCIHs) e os profissionais de saúde das instituições torna-se vital para a implantação, sustentabilidade e expansão de um programa de vigilância e prevenção de IRAS.

Confira o documento AQUI!


 

Responsive imageReceba Novidades e Promoções


PlastLabor BlogPlastLabor facebookPlastLabor linkedinPlastLabor youtubePlastLabor twitterPlastLabor Instagram

COMERCIAL
plabor@plastlabor.com.br
Brasil: (21) 2501 0888 . (21) 2597 0548 . (21) 3273 9105 . (21) 2599 8419

Equipe de consultores on-line




ISO 9001:2015

Certificação ISO 9001:2015



Copyright © Plast-Labor . plabor@plastlabor.com.br
development